Institucional

Institucional > História

A criação da Sociedade Portuguesa de Beneficência em Porto Alegre, seguindo o mesmo caminho de outras cidades brasileiras, foi iniciativa do vice-cônsul de Portugal, Antonio Maria do Amaral Ribeiro, em atendimento às necessidades de cuidados da comunidade imigrante portuguesa e seus descendentes. Tendo como modelo a associação de socorros mútuos formada em 1840, no Rio de Janeiro, a nova sociedade foi fundada na capital gaúcha em 26 de fevereiro de 1854. Seu objetivo primordial era a construção de um hospital para assistência aos sócios.

Ao final do primeiro ano, a Sociedade Portuguesa de Beneficência contava com 557 integrantes, mas não dispunha de sede própria. Estabeleceu-se, na época, um convênio com a Santa Casa de Misericórdia para o atendimento médico. Entretanto, com o crescimento da Instituição, em 28 de maio de 1858 foi adquirida uma casa na antiga Rua da Figueira, atual Rua Coronel Genuíno, no centro de Porto Alegre. O primeiro paciente português foi atendido em 31 de janeiro de 1859. 

Os associados iniciaram a construção do novo hospital em terreno localizado no Caminho da Aldeia ou Estrada dos Moinhos de Vento, atual Avenida Independência. As obras do edifício, um dos marcos arquitetônicos da capital, começaram em 29 de junho de 1867. Graças às doações e à realização de leilões, recitais e eventos para arrecadação de recursos, o prédio foi inaugurado em 29 de junho de 1870. Ainda hoje é uma referência viva na área da saúde por abrigar as atividades da Beneficência Hospitais.

 

Galeria